Mandalas

Mandala, no idioma sânscrito, significa “círculo”. Mais do que uma simples forma, a mandala simboliza o modelo básico da criação e da estrutura da vida em si. Revela o fator essencial de toda existência: a organização. De um ponto único a energia é irradiada, expandindo-se em todas as direções, expressando formas, cores, vibrações e imagens.  Uma mandala desenvolve-se para o exterior e, ao mesmo tempo, converge da multiplicidade para o centro unificador.

O centro representa o ser profundo, poder criador, consciência. O círculo manifesta a totalidade, eternidade, plenitude. Define um espaço onde os elementos da vida são organizados em simetria , em um movimento de harmonia e equilíbrio ao redor do centro em repouso.

Toda a natureza é cíclica e segue este modelo. No momento preciso, uma forma de vida emerge de um ponto concentrado de energia, desenvolve-se para a maturidade, cumpre sua função e depois envelhece e morre, retornando a sua origem.  As mandalas podem ser contempladas em toda parte, do micro ao macrocosmo. Estão presentes na espiral da via láctea, no sistema solar, nos planetas, átomos, nas flores e frutos, nos cristais e nos ciclos das estações.

Todas as mandalas transmitem a idéia de organização, harmonia e equilíbrio. Mas cada uma delas possui uma energia individual, de acordo com a natureza dos elementos que a compõem e de como estão arranjados. As vibrações que emanam beneficiam a seus observadores e ao ambiente onde se encontram. Elas podem conduzir nossa mente à concentração e serenidade, gerando um estado favorável à reflexão e meditação. Quanto mais aprendemos sobre elas, mais descobrimos novas possibilidades de utilizá-las em propósitos positivos.

Iracema – fontes e orquídeas baseou-se no princípio das mandalas para criar suas fontes. No interior do recipiente circular da fonte, está o espaço criativo onde a água assumirá a forma que lhe for oferecida. O movimento é a causa da vida, com seus ciclos e ritmos. Onde há desnível, a água move-se sem nunca retornar da mesma forma. De uma gota  até a formação de uma cachoeira , inúmeras transformações ocorrem, fazendo da água algo tão especial. Ela purifica e traz vitalidade. A água é um símbolo universalmente sagrado.

8-b

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s