Deficiências nutricionais em orquídeas

Nem sempre é fácil definir com clareza os sintomas de deficiência de algum nutriente, pois muitas vezes são confundidos com os sintomas de doenças. Saber distinguir requer conhecimento, paciência, muita prática e intercâmbio com outros orquidófilos. Por isto o estudo sobre adubação e fertilizantes é tão importante pois o objetivo é termos plantas saudáveis e resistentes.

O assunto pode ser um tanto indigesto para pessoas que não estão habituadas com esta área mas seguramente, ao continuar o cultivo de orquídeas, irão se deparar com estas questões e precisarão pesquisar.

A função dos nutrientes tanto quanto o sintoma de deficiência são semelhantes para a maioria dos vegetais, respeitando as particularidades de cada espécie. Muitas das deficiências apresentadas a seguir são mais raras em orquídeas, mas ficam as informações.

Sintomas visuais de deficiência

Nitrogênio
São dois os sintomas principais – clorose nas folhas e diminuição do crescimento da planta. A clorose é um amarelecimento foliar, ocorrendo de forma uniforme, inicialmente nas folhas mais velhas (no caso das orquídeas, as traseiras). Esta cor amarelada começa na extremidade da folha indo em direção ao pseudobulbo. A diminuição do crescimento é decorrência de menor síntese proteica, afetando a produção de clorofila, gerando atrofiamento da planta, dormência das gemas e folhas menores. Por outro lado, o excesso de Nitrogênio pode atrasar e até impedir o florescimento.

Deficiência de N em orquídea

Deficiência de N em orquídea

Fósforo
Cor das folhas – Ficam verde escuro arroxeadas ou avermelhadas (pela presença de antocianina), pouco brilho.
CrescimentoProvoca gemas dormentes, desenvolvimento lento e reduzido, dando uma aparência fraca para a planta. Também as raízes crescendo menos atrasam a maturidade.
Floração – A produção de flores é reduzida com perda prematura.

phosphorous deficiency grape

Deficiência de P em videira

Potássio
Depois do N, o potássio é o segundo elemento mais encontrado no tecido das plantas. Os sintomas de deficiência começam nas folhas mais velhas, ficando amareladas e necrosadas. A morte destes tecidos ocorre nas pontas e margens das folhas, tomando a cor marrom escuro como se tivesse sido queimada. Surgem pintas nestas folhas podendo também apresentar aspecto enrolado. As folhas novas também são afetadas com uma clorose entre as nervuras. Diante deste quadro, a planta enfraquece e fica suscetível ao ataque de patógenos.
Já o excesso de K leva à deficiência em Magnésio. Altos níveis de Ca também causam deficiência de Potássio.

potassium_deficiency_soybean

Deficiência de K em soja

Cálcio
Estudos recentes indicam que o Cálcio tem uma função na saúde da planta muito maior do que se supunha. Sua deficiência afeta aqueles tecidos onde ocorre crescimento : raízes, brotações e folhas, além de produzir uma aparência atrofiada.
Raízes – Ficam com crescimento reduzido, podendo sua parte apical apresentar aspecto gelatinoso. A morte começa pelas pontas.
Brotos – As gemas que começam a desenvolver-se entram em dormência e acabam morrendo.
Folhas – Por suas pontas deixarem de crescer acaba gerando uma deformação típica. Também podem aparecer nas folhas manchas negras ou margens amareladas. Entre as nervuras surge uma coloração amarelada que em casos sérios culmina em necrose.

deficiência de cálcio

Deficiência de Ca em orquídea

Magnésio
As folhas (começando pelas mais velhas) apresentam clorose entre as nervuras, ou seja, as nervuras permanecem verdes mas entre elas fica amarelado, muitas vezes avermelhado. Ocorre também o enrolamento das margens das folhas e suas pontas ficam amarelo esbranquiçadas, culminando com o desfolhamento.

084841 7804 magnesium deficiency in raspberry

Deficiência de Mg em framboesa

Enxofre
Ocorre um amarelecimento uniforme, mais intenso nas folhas novas, podendo eventualmente ter nuances alaranjadas ou vermelhas. As margens das folhas enrolam-se, terminando em desfoliamento. Já o excesso de S pode gerar uma clorose entre as nervuras.

Sulphur Deficiency Corn

Deficiência de Enxofre no milho

Ferro
A deficiência é indicada pela cor pálida das folhas novas seguidas de amarelecimento. As nervuras ficam mais largas de cor verde escuro e o espaço inter nerval fica esbranquiçado com possível necrose. O excesso de ferro gera manchas escuras nas folhas.

citrusiron deficiency

Deficiência de Fe em citrus

Manganês
As folhas manifestam uma clorose com uma rede de nervuras verdes (parecendo mais grossas). Podem surgir manchas necróticas pequenas. Os sintomas são muito parecidos às deficiências de Ferro, sendo que no caso do Manganês as pequenas nervuras também permanecem verdes, dando a impressão de uma renda. Na deficiência de Ferro a clorose é mais clara, esbranquiçada.

manganese soybean deficiency

Deficiência de Mn em soja

Boro
A falta de Boro é similar a deficiência em Cálcio, mas no caso do Boro não deixa de lançar brotações. O crescimento fica todo irregular. Nas diferentes regiões da planta, os sintomas são os apresentados abaixo.
Folhas: Engrossamento de folhas novas, podendo enrolar-se e ficar quebradiças.
Brotações:Morte dos brotos e do meristema apical das gemas em desenvolvimento.
Raízes: Engrossamento das pontas e morte. Também podem ficar descoloridas, rachadas e como manchas marrons.
Flores: Pétalas, sépalas e o labelo não se formam completamente, além de poder não ocorrer a floração.

Já o excesso de Boro pode ocasionar a queima das margens das folhas, onde há acúmulo desse nutriente.

boron deficiency tomatoe

Deficiência de B em tomateiro

Zinco
Afeta folhas, brotações e entrenós, além de sua falta gerar deficiência em Ferro.
Folhas : Possuem manchas amareladas e irregulares. As folhas novas são de tamanho pequeno com clorose entre as nervuras.
Brotações : É intensa, com posterior morte das gemas.
Entrenós : Ficam curtos, pelo crescimento limitado dos tecidos

zincdeficiencygrape

Deficiência de Zn em videira

Cobre
As folhas novas ficam deformadas, mais estreitas e quebradiças. Nas pontas ocorre clorose, caindo na sequência. Também as raízes são afetadas, reduzindo o crescimento.

copperdeficiencycitrus

Deficiência de Cu nos citrus

Molibdênio
Os sintomas afetam tanto as folhas novas como as velhas . Estas tem suas bordas amareladas, pontos escuros necróticos e manchas verde-amareladas entre as nervuras. Sua deficiência afeta o metabolismo do Nitrogênio.

Molibdeniumdeficiency2

Deficiência em Mb em batata doce

Cloro
Os sintomas de deficiência incluem murcha, tamanho pequeno, clorose e cor bronzeada. Diminuição do aroma das flores. É rara devido a sua abundância. Mais preocupante é o excesso pois o elemento está envolvido com a osmose celular, gera raízes curtas com necrose apical.

chloridedeficiency

Deficiência de Cl em tomateiro

Níquel
Ficou definitivamente comprovado que sua deficiência inviabiliza a produção de sementes, além de efeitos no metabolismo (principalmente do N) e na absorção do Ferro. Outros pesquisadores também afirmam que o Níquel tem funções à nível molecular como cofator para a enzima urease (permite a disponibilização do N). Ainda não se tem um valor ideal para a quantidade em orquídeas. A deficiência causa acúmulo de uréia nas pontas das folhas, evoluindo para a necrose.

nickeldeficiencypecan

Deficiência de Ni em noz pecan

Mobilidade de nutrientes

A mobilidade refere-se a habilidade do nutriente de mover-se dentro da planta após ser absorvido pelas raízes. Isto faz com que as plantas possam relocar os recursos nutricionais. Se a provisão de um nutriente móvel é interrompida, a planta continuará exercendo suas funções , deslocando as reservas deste elemento das folhas velhas. Assim, os sintomas de deficiência de nutrientes móveis são observados primeiro nas folhas velhas. Já para os elementos imóveis e pouco móveis, os sintomas aparecem nas folhas novas e meristemas.

Tabela de mobilidade e ocorrência de sintomas

Nutriente

Mobilidade

Sintomas

N / P / K / Mg

Móveis

Folhas velhas

S / Cu / Fe / Mn / Zn / Mo

Pouco móveis

Folhas novas

B / Ca

Imóveis

Folhas novas

Resumo

A identificação de uma deficiência nutricional torna-se mais complexa porque existem sintomas semelhantes para diferentes elementos, ocorre mais de uma deficiência em um mesmo momento, pode ser confundida com o efeito de pragas, doenças e até mesmo com os sintomas de excesso destes nutrientes. Ser um especialista na área exige tempo. Assim, o resumo abaixo é apenas uma tentativa auxiliar, incompleta e sujeita a modificações de definir uma provável deficiência.

Folhas velhas
a) com clorose

e redução de crescimento da planta………………..Nitrogênio
– e necrose nas pontas e margens / cor marrom escuro/ com pintas / aspecto
enrolado / folhas novas também com clorose entre as nervuras………………..Potássio
– entre as nervuras / enroladas nas margens / pontas esbranquiçadas………. Magnésio
b) sem clorose
– com cor verde escuro arroxeadas ou avermelhadas / pouco brilho / menor crescimento de brotações e raízes / floração reduzida………………………Fósforo

Folhas novas
a) c
om clorose
nervuras:
– largas verde escuras / esbranquiçado entre as nervuras…………………..Ferro
– com aparência de renda / manchas necróticas pequenas…………………Manganês
– com manchas verde-amarelas entre elas / amarelecimento nas margens /pontos
necróticos / sintomas também nas folhas velhas………………………Molibdênio
– com amarelecimento entre elas / manchas amarelas irregulares / brotação intensa
com necrose / entrenós curtos…………………………………………Zinco
margens:
– enroladas / amarelo uniforme c/ nuances laranjas ou vermelhas……….Enxofre
folhas
– com tamanho pequeno e murchas / cor bronzeada……………………..Cloro
b) sem clorose
folhas:
– deformadas / quebradiças / queimadas nas pontas / raízes reduzidas…………Cobre
– quebradiças e enroladas / engrossamento e morte na ponta das raízes /morte
das brotações / má formação de flores ou não formação destas………………Boro

– com pontas necróticas e deformadas…………………………………………….Níquel
– com deformação típica nas pontas / margens amareladas /manchas negras /cor
amarelada entre nervuras / morte das raízes a partir das pontas (aspecto gelatinoso) / dormência e morte nas brotações…………………………..Cálcio

Referências

– Feeding your orchids – Douglas B. Harris / Houston Orchid Society
The symptoms of orchid fertilizer deficiency – Bob Storrs
– Mineral nutrition for slipper growers – Bob & Lynn Wellenstein
– Agrolink – Ecila Maria Nunes Giracca : Eng. Agrª Drª em Ciência do Solo / José Luis da Silva Nunes : Eng. Agrº Dr. em Fitotecnia
– The orchid house – Jerry Bolce / University of Waterloo Canadá
– Plant nutrition f
ame orchids nursery – Thornlands Queensland Austrália
– Nickel nutrition in plants – Guodong Liu / E. H. Simonne / Yuncong Li –
University of Florida / IFAS Extention
A micronutrient essential for higher plantsBrown, Welch and E. E. Cary.
– Nutrição de plantas – Genplant
(grupo de estudos em nutrição de plantas) – UNESP
– Diagnose do estado nutricional das plantas
Valdemar Faquin / Universidade Federal de Lavras MG
The difference between nutrient solubility and mobility – Neil Mattson and Roland Leatherwood/Cornell University, Department of Horticulture
Gardenguides.com – Richard Hoyt
– Orquidário Ilha do desterro – orquidarioilhadodesterro.com.br
– S. Augustine Orchid Society – Florida USA
– Plant physiology – Lincoln Taiz and Eduardo Zeiger
– Zinc deficiency – Ontario grape IPM / Ministry of agriculture of Ontario Canada
– Copper deficiency – The Citrus Sanitation Center of the Obispo Colombres Experimental Station, Tucumán, Argentina.
– Molybdenum deficiency – University of Queesland Australia
– Cultural Management of Commercial Pecan Orchards – Lenny Wells / Kerry A. Harrison / University of Georgia USA

Anúncios

Águas murmurantes

DSC04277DSC04280DSC04284

Águas murmurantes

Como as águas
murmurantes de um riacho
gostaria de ser,
serpenteando
por entre as pedras
das tradições aprisionantes,
das teorias caducas,
das ilusórias convicções
Livre dos templos profanos,
dos rituais pomposos,
da sedução das filosofias
e do poder irresistível
dos frutos sensoriais

Simples,
em um contínuo
escorrer,
fluindo para o rio
que vai para o mar,
como a corrente da vida
que não se pode deter

Todas as formas,
todos os pensamentos,
os personagens,
os incontáveis dramas
finalmente desaparecendo,
voltando ao grande Todo

Como as águas
murmurantes de um riacho
gostaria de ser…

Quadro de fundo: pintura em acrílico sobre tela da artista Kátia SalvI