Ser natural

DSC05846
Amo todas as matas. Mas aquela que mais me atrai é a que chamam Mata Atlântica. Parece ali que a Natureza caprichou em harmonia, beleza e diversidade. Sempre que visito um local destes, sinto que estou chegando em casa. Penso que minha alma combina com aquelas formações tão mágicas. Cada pedacinho destes lugares evoca alguma reflexão, um conhecimento, uma inspiração. Evidencia muitas das questões humanas : a ideia da unidade entre todas as criaturas, os ciclos em rondas intermináveis, a manifestação da vida, a morte e a transformação. Tudo de forma tão poética. E mesmo na fúria dos elementos há um equilíbrio coerente.

Estou há 60 anos neste planeta. É uma insignificância no deslizar do tempo, mas o suficiente para um humano clarear seus rumos. Vivi até agora intensamente, viajei por vários locais, estudei muitas culturas, filosofias, formei família, tive filhos, servi a sociedade de várias formas. Agora é um momento onde começo a planejar a volta ao campo, ao natural. Quero deixar as atribulações urbanas para me interiorizar no silêncio e na harmonia dos elementos. Ser natural é um estado de consciência, uma serena e constante satisfação. Não que para obter-se tal situação seja preciso um retiro. Cada dia, em qualquer lugar, temos uma nova oportunidade de viver o presente, sem nos concentrarmos tanto no emaranhado de impressões passadas ou nos anseios por situações futuras que podem não passar de delírios.

Tenho vários projetos a materializar desde como implantar novas florestas, a formação de trilhas para observar orquídeas e pássaros em seu ambiente silvestre, a elaboração de uma residência integrada ao ambiente, a utilização de energias alternativas, até coisas específicas de como construir um forno de barro ou um fogão à lenha. Claro que não poderia esquecer do estudo e do cultivo das plantas benéficas que são vitais para nossa existência.

Penso que o ser humano precisa desenvolver novas formas de se relacionar com o meio e os demais. Uma mentalidade de integração e respeito. Não somos nada sozinhos. Desta forma, gostaria de compartilhar neste blog todos estes estudos assim como a manifestação prática destas ideias. E, é claro, receber o contato das pessoas em um intercâmbio construtivo.

Saúdo a todos os seres. Que a vida possa ser celebrada com paz na mente e luz no coração.

Anúncios

Ser natural

Desenho do macaquinho
Ser natural

Os pequenos

são espontâneos
Não se apresentam,
não perguntam por nomes
nem há cumprimentos
Simplesmente
se tocam
ou já começam a brincar
numa linguagem
que eles entendem

Com seus olhos brilhando, puros
deixam-se levar
vivenciando as coisas
com a plenitude
dos sentidos
ainda não corrompidos
por ideias estranhas
e sem o condicionamento
da separação

Por que usamos tantas máscaras?
Estamos multifacetados,
há conflitos até mesmo
entre nossas próprias faces
Já nem sabemos
quem somos

De alguma forma
é preciso,
dentro de nós,
achar aquele anseio,
aquele impulso
que brota fundo,
de ser apenas natural

É vital
abrir este espaço,
limpar os canais
desta fonte sublime
de onde escorre,
límpida,
a força
da vida

Quadro: Desenho com lápis sobre papel
Artista: Christian Salvi Wunderlich
Poema: Silvio Wunderlich
Dedicado a Bethânia e ao pequeno Luca