Flor de maio

Flor de Maio

Nome científico: Schlumbergera truncata / Sinônimo: Epiphyllum truncatum
Nomes populares: Flor de Maio, flor de seda, thanksgiving cactus (USA)
FamíliaCactaceae
Clima: Subtropical, tropical
Origem: Brasil
Altura: De 30 a 50 cm
Luminosidade: Meia sombra
Ciclo de Vida: Perene
Descrição: É uma planta suculenta que em seu ambiente nativo é epífita, fixando-se nas cascas de seu hospedeiro. Adaptou-se a viver sob a proteção da copa das árvores, sem receber diretamente os raios do sol. Sua parte vegetativa é formada por cladódios (segmentos achatados que parecem folhas) pendentes. Cada cladódio tem por volta de 4,5 cm de comprimento por 2,5 cm de largura e funcionam como órgãos fotossintéticos. São lustrosos, de cor verde escuro, com 2 “dentes” na parte apical que é truncada. Estruturas típicas dos cactus chamadas “areoles” ocorrem entre os dois “dentes” e é deste local que as flores irão aparecer. A floração é muito linda e há grande variedade de cores: rosadas, vermelhas, alaranjadas e brancas. O comprimento das flores varia de 7 a 12 cm. No Brasil floresce no outono. Existem muitos híbridos desenvolvidos o que aumenta ainda mais a gama de cores.
Local de cultivo: Adaptam-se bem a vasos, tanto em interiores, sacadas ou externamente, pendurados em árvores ou em espaços protegidos por sombrite.
SubstratoOrgânico e bem drenado. Esta planta não cresce bem em solos pesados e muito úmidos. Uma boa mistura é obtida por 1 parte de terra orgânica, 2 de turfa e 1 de areia de rio lavada.
ÁguaDe 1 a 2 vezes por semana, dependendo da região. Não deixe o solo secar totalmente entre uma rega e outra.
Temperatura: 10º a 30º C. Uma temperatura boa para desencadear a floração é 20º C.
Adubação: Pode-se colocar um adubo orgânico a cada 3 meses . E, conforme o período da planta, as seguintes pulverizações:
Pré-floração: Quando os botões começam a surgir , a cada 2 semanas, uma fórmula mais rica em potássio pois este nutriente melhora visivelmente a floração.
Repouso: Após a queda das flores não há necessidade de adubar até a primavera, quando começam a surgir novos brotos.
Crescimento vegetativo½ colher de sopa de uma fórmula 10-10-10 por litro a cada 15/20 dias.
Propagação: Por estaquia, com 2-3 segmentos, enterrando a parte inferior uns 3-4 cm em terra orgânica. É bom deixar as estacas secando de 2 a 5 dias em local sombreado antes de colocá-la na terra. Plantar várias estacas em um vaso proporciona um visual mais exuberante. O momento melhor para fazer esta operação é no final do repouso, no início da primavera.
Pragas, doenças e outros problemas: A doença mais problemática é a podridão das raízes, que pode ser prevenida ao evitar o excesso de água e a utilização de vasos com boa drenagem. Já os principais insetos são as cochonilhas, o ácaro vermelho e os pulgões.
Outras considerações:
É necessário trocar de vaso a cada 3 anos. O período indicado para isto é 2-3 meses após a floração. Não irrigue logo após o replante.
– Durante a floração evitar a troca de local pois as flores e botões podem cair.
Referências:
– Como cuidar da flor de maio – PlantaSonya
– Schlumbergera truncata – Flor de Maio / Frederico Teixeira Gorski
– Flor de maio – Raquel Patro / Jardineiro.net
– Schlumbergera truncata – Missouri botanical garden
– Schlumbergera truncata – Cactus art nursery / The world of cacti & succulents
– Temperature effects in Schlumbergera Truncata “Madisto” flower initiation – International Society for Horticultural Science – Belgium
– How to Grow Schlumbergera truncata Harmony by Gwen Bruno / Demand media
– Schlumbergera truncata / Epiphyllum truncatum – Gardening.eu
– Thanksgiving Cactus – Guide to House Plant
– Schlumbergera truncata – Plant’s rescue

DSC04402

Anúncios