Lírio da paz

líriodapaz

Nome científico: Spathiphyllum wallisii
Nomes populares: Lírio da paz, Bandeira-branca, Espatifilo, Velas brancas
Família: Araceae
Clima: Equatorial, subtropical e tropical. Prefere ambientes quentes e úmidos, não gosta de frio.
Origem: Norte da América do Sul, especialmente Colômbia e Venezuela
Altura: 30-40 cm
Luminosidade: Cresce bem em ambientes sombreados, não aceitando luz direta do sol, o que ocasiona amarelamento das folhas.
Ciclo de Vida: Perene
Descrição: Planta herbácea de folhas coriáceas de cor verde escuro, ovais e pecíolo longo. As flores são brancas e sem aroma, constituída de uma espiga envolvida por uma bráctea chamada espata, que é uma folha modificada. Com o tempo costumam ficar verdes. O florescimento é constante, mais acentuado na primavera e varão.
Local de cultivo: Pode ser plantada tanto em canteiros como em vasos. Nos pátios e jardins é muito decorativo plantá-las em conjuntos ou como bordadura, mas sempre à sombra de árvores ou de muros.
Substrato: A terra precisa ser de textura porosa, orgânica, de fácil drenagem. Prefere pH por volta de 6. Misturas de turfa, areia e terra vegetal são as ideais.
Água: O solo precisa estar sempre úmido, sem ser encharcado. No período de crescimento as regas devem ser generosas. Tanto nos vasos como em canteiros é bom não molhar as flores para que não se deteriorem.
Temperatura: 15 – 30 º C
Adubação: Compostos orgânicos e húmus de minhoca. Usando NPK , a fórmula 10-10-10 pode ser aplicada 2 vezes ao ano, 1-2 colheres por vaso, dependendo do tamanho.
Propagação: Divisão de touceiras. Na base da planta mãe formam-se muitas mudas que facilmente são destacadas.
Pragas, doenças e outros problemas: Geralmente resistente a pragas e doenças. Mas podem ocorrer ataques de ácaros, cochonilhas, pulgões, moscas brancas além de lesmas. Folhas amareladas podem indicar a presença do fungo do gênero Cylindrocladium. Outros fungos também podem atacar as raízes causando apodrecimento (geralmente por excesso de irrigação). As folhas doentes devem ser eliminadas.
Outras considerações:
– O lírio da paz possui uma substância tóxica (oxalato de cálcio e toxalbumina) causadora de alergia.
– Por outro lado, ajuda a purificar o ambiente pois funciona como um filtro absorvendo substâncias nocivas
– Por razões estéticas faça poda de folhas secas e flores velhas
– Aquelas plantas cultivadas em interiores, que não apanham chuva, devem ter suas folhas limpas com pano úmido
– Por ser uma planta adaptada à água, pode ser cultivada em aquários
– Muito apropriada para utilização em fontes de água.

DSC04033

Anúncios

2 comentários sobre “Lírio da paz

  1. Como posso utilizar em aquário? Li a respeito q os peixes k inguios pode comer as raízes. E q o lírio é bom pra manter o equilíbrio de amônia.

    • Bom dia, Solange! Desculpa pela demora em responder. Sei que o lírio da paz pode ser cultivado em água apenas. Mas não tenho conhecimento de sua utilização em aquários ou mesmo se peixes podem comer suas raízes. O mesmo digo a respeito do equilíbrio de amônia. No entanto, observo em uma fonte com peixes que existe em meu local de trabalho que carpas comem várias plantas que ali são colocadas. Seria necessário fazer uma pesquisas específica sobre esta planta. Um abraço, Silvio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s